O técnico do Manchester City, Pep Guardiola, e o chefe do Burnley, Sean Dyche, testaram positivo para Covid

O técnico do Manchester City, Pep Guardiola, e o técnico do Burnley, Sean Dyche, vão perder as partidas da terceira rodada da Copa da Inglaterra, depois de testes positivos para o Covid-19.

O chefe espanhol de 50 anos do City e seu assistente Juanma Lillo foram descobertos com o vírus na terça-feira.

A dupla está entre as 21 pessoas isoladas no City antes do empate da copa em Swindon Town na sexta-feira.

Dyche vai perder o jogo em casa no sábado contra o Huddersfield, por isolar-se.

Nem Burnley nem o Manchester City deram qualquer indicação de que seus jogos da copa correm o risco de ser adiados devido aos casos positivos de Covid.

Sete dos jogadores da primeira equipe do City estão entre o grupo de 21 isolados.

O treinador adjunto Rodolfo Borrell foi encarregado da viagem do líder da Premier League ao County Ground para defrontar o Swindon da League Two.

Enquanto isso, Burnley não sugeriu que um surto afetou o clube.

Os Clarets tiveram três jogos adiados em dezembro por causa de casos da Covid em outros clubes.

Um total de 17 jogos da primeira divisão ingleses foram adiados desde o início de dezembro devido ao impacto da variante Omicron.

A Premier League anunciou na segunda-feira que 14.250 testes Covid-19 foram realizados em jogadores e funcionários entre 27 de dezembro e 2 de janeiro, com 94 resultados positivos.

Esta foi a primeira redução semana a semana em testes positivos em oito semanas, com um recorde de 103 positivos registrados na semana anterior.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.