Greg Norman: Ex-número um do mundo fora do hospital depois dos sintomas de Covid-19

O ex-número um do mundo, Greg Norman, saiu do hospital após sofrer sintomas de coronavírus.

O australiano de 65 anos foi ao hospital na sexta-feira com febre baixa, tosse, dores e dores de cabeça.

“Estou em casa agora depois de me internar no pronto-socorro com sintomas muito suspeitos ao que li sobre o relacionamento com Covid”, postou Norman no Instagram.

O campeão do Aberto de 1986 e 1993 está agora se isolando em casa e aguardando os resultados de seus testes com Covid-19.

Ele competiu no campeonato PNC da semana passada em Orlando com seu filho, Greg Jr, terminando em nono lugar.

Seu filho confirmou que ele e sua esposa tinham testado positivo para Covid-19 e estavam se isolando em casa.

Norman acrescentou: “Quando voltei do torneio de golfe na semana passada, fiquei em quarentena.

“Eu testei negativo sob a bolha do PGA Tour para o torneio e novamente outro teste negativo na terça-feira passada.

“Na quarta-feira, quarto dia de incubação após a exposição, os sintomas aumentaram – febre, dores nas articulações e músculos, especialmente nas costas e dores de cabeça. Ainda sinto a maioria, mas em um nível menor.

“Foi isso que me fez admitir no dia de Natal, pois queria saber meu status para a Covid para a saúde e segurança de todos ao meu redor.

“Eu fiz uma radiografia de tórax e um exame de sangue onde dois marcadores apareceram, levando o médico a dizer, ‘Suponha que você seja positivo com esses sintomas e marcadores’.

“Eles me liberaram para continuar em quarentena em casa com medicação em nossa casa de hóspedes longe da casa principal.”

Norman passou mais de 300 semanas no topo do ranking mundial e foi incluído no World Golf Hall of Fame em 2001.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *