Copa do Mundo: Presidente da Uefa, Aleksander Ceferin, rejeita ideia de torneio bienal

O presidente da Uefa, Aleksander Ceferin, rejeitou a ideia de realizar a Copa do Mundo a cada dois anos, dizendo que isso “diluiria” o torneio.

A Fifa está realizando um estudo de viabilidade para uma Copa do Mundo masculina e feminina bienal, seguindo uma proposta da federação de futebol da Arábia Saudita em maio.

O processo de consulta está sendo conduzido pelo ex-técnico do Arsenal, Arsene Wenger.

“A joia da Copa do Mundo tinha valor justamente pela raridade”, disse Ceferin.

Falando pessoalmente na frente de 160 representantes de clubes na Assembleia Geral da Associação dos Clubes Europeus em Genebra, ele acrescentou: “Realizar a cada dois anos levará a mais randomização, menos legitimidade e, infelizmente, diluirá a própria Copa do Mundo”.

A Copa do Mundo masculina é realizada a cada quatro anos desde o torneio inaugural em 1930, exceto em 1942 e 1946 por causa da Segunda Guerra Mundial.

O torneio feminino também ocorre a cada quatro anos, desde seu início em 1991.

Wenger, chefe de desenvolvimento do futebol global da Fifa, disse em maio que queria ver a Copa do Mundo e o Campeonato Europeu disputados a cada dois anos e que a Fifa “chutasse todo o resto”.

Em seu próprio vídeo-discurso, Infantino não mencionou a Copa do Mundo. No entanto, ele disse que é necessário repensar “fundamentalmente” o calendário internacional sem “tópicos tabu”.

“Não devemos encarar isso como qualquer tipo de desafio e luta”, disse ele sobre a consulta de Wenger. “É uma forma de fortalecer o futebol global. Temos que dar aos torcedores ainda mais motivos para desfrutar do nosso esporte.

“A porta da Fifa está aberta a qualquer ideia a qualquer proposta”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *