Antonio Brown: jogador do Tampa Bay Buccaneers banido por falsificar a situação de vacinação

O wide receiver do Tampa Bay Buccaneers, Antonio Brown, é um dos três jogadores a ser punido por adulterar seu status de vacinação contra a Covid-19.

O jogador de 33 anos, que ajudou os Bucs a vencer o Super Bowl 55 em fevereiro, foi suspenso por três jogos.

O segurança de Tampa Bay, Mike Edwards, e o agente livre John Franklin III, que foi dispensado pelos Bucs em agosto, receberam a mesma sanção.

Todos os três jogadores renunciaram ao direito de apelação, disse a NFL.

Por sete vezes Pro Bowler com o Pittsburgh Steelers, Brown jogou apenas uma partida em passagens com o Oakland Raiders e o New England Patriots em 2019.

Ele cumpriu uma suspensão de oito jogos por “múltiplas violações” da política de conduta pessoal da liga antes de ingressar no Tampa Bay em outubro de 2020.

Brown, que está fora dos gramados por lesão desde outubro, e Edwards estarão qualificados para voltar para o Bucs em 26 de dezembro, quando os atuais líderes da NFC South visitarem o Carolina Panthers.

Se for recontratado por um clube, Franklin não poderá participar dos próximos três jogos.

A NFL Players Association representou os jogadores durante uma revisão conjunta da NFL-NFLPA sobre as alegações, que concluiu que o trio havia violado os protocolos.

“A saúde e segurança dos jogadores e do pessoal é nossa maior prioridade”, disseram a NFL e a NFLPA em um comunicado conjunto.

“A NFL-NFLPA, em conjunto, reforça seu compromisso e enfatiza ainda mais a importância da estrita observância aos protocolos para proteger o bem-estar de todos os associados à NFL.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *